Homenagem Dia Internacional da Mulher

Não entrou pit para criar nada para o Dia Internacional da Mulher, porém enquanto ia para o trabalho tive a ideia. Chegando lá pus mãos a obra e fiz todo o vídeo no turno da manhã.  Assista abaixo a homenaagem a todas as mulheres.

Criação de peça gráfica em homenagem ao Dia Internacional da Mulher. Parabéns à todas as mulheres.

DIA DA MULHER_1

Vergonha em Porto Alegre 2 – A enchente continua!

Pois é aconteceu de novo! Até quando será? Lembrando que além dos transtornos da enchente, faltou luz e atrasou todo o meu trabalho, fora o prejuízo para o comércio ao redor, e o transtorno para as escolas. Simplesmente lamentável.

Detalhe a parte um foi em 4 de março de 2012 e a parte 2 em 28 de fevereiro. Nessa época ano que vem nem vou ir trabalhar né…

Vergonha em Porto Alegre – DIVULGUEM

  Não há quem trabalhe ou tenha que ter passado pelo bairro Floresta emPorto Alegre que não tenha ficado muito molhado hoje (14/03/2012). Sim claro, a chuva foi a responsável, mas as pessoas se molharam mais de baixo para cima do que se podia esperar em uma chuva. Tudo alagado, inundado, uma vergonha total. Assistam o vídeo abaixo, é melhor do que eu explicar.

 Essa é uma das cidades que vai receber a Copa do Mundo né? E como vai ser? Debaixo d’água, a primeira copa submersa do mundo. E minha preocupação não é nem se os gringos terão uma impressão ruim do Brasil e de Porto Alegre, ou com a Copa, eles que se fodam. Eu quero saber sobre nós brasileiros trabalhadores, otários contribuintes, ficaremos nessas condições. É assim que devemos chegar (se conseguir chegar) ao trabalho, todos molhados. Essas ruas estão cheias de lixo, fezes e urina…é por essas águas que devemos andar.O que me preocupa é o presente e como ficaremos no futuro, onde está o investimento para solucionar estes problemas?

 Por favro galera, divulguem ao máximo esse vídeo e o post. Se você passou por algo parecido hoje, em outros locais de Porto Alegre, comente, poste um vídeo, sei lá…Vamos fazer isso chegar ao ouvidos das “autoridades responsáveis”, vamos usar nossa voz, as mídias sociais e vamos nos expressar contra esse descaso.

Criação de Flyer

Não você não está no meu outro blog, o Vaara tapa. É que neste eu coloco mais o meu lado profissional de publicitário, por isso este flyer está aqui. Foi criação minha a pedido dos organizadores do show em Montenegro. O briefing pedia que fosse citada a tour brasileira da banda sueca Lautstürmer e mais as bandas de abertura. Era necessário mostrar a capa do disco promocional que os gringos estão lançando via o selo do meu amigo Renan, a Terrotten Records. Bem dito isso, era só acrescentar data, local, ingressso, etc… ah e não esquecer o visual “sujo” do punk/hardcore. Arte aprovada, segue a divulgação.

Abaixo a primeira versão, não aprovada pelo cliente:

E por falar em flyer, se você tem alguma necessidade nessa area ou qualquer outra relacionada a identidade visual, meu e-mail é ricardo.rbaptista@gmail.com =)

Novo Portfólio – 2011

Meu novo portfólio está disponivel para download. Acrescentei minhas experiências na empresa que estou agora, a Star Produtora, onde estou tendo a satisfação de trabalhar com algo que eu sempre quis: audiovisual. Sendo assim já tive a ótima experiência de roteirizar, editar e principalmente (para minha satisfação) dirigir um vídeo. Vocês podem assisti-lo logo abaixo. Para ver em pdf as outras peças que criei no último ano, clique AQUI.

Lendo blog e ouvindo podcast

Estou cultivando uma mania ultimamente. Ouvir podcast que  eu encontro nos inumeros blogs que leio diariamente. O podcast nada mais é do que uma”mesa redonda” ou uma conversa de mesa de bar, onde várias pessoas discutem um assunto especifico (ou não) com profundidade e conhecimento do assunto( aí já tô forçando). Na verdade eu tinha o costume de ouvir programas assim no rádio, principalmente em AM onde é comum esse tipo de programa, principalmente sobre esportes ou humorísticos. Eu ouvia muito o Sala de Redação e o Cafezinho(só quem é do RS vai saber, mas clique nos links e saiba mais) e também assitia um programa na extinta tv Guaíba chamado Guerrilheiros da Notícia(me diziam que ver aquilo era coisa de velho). Mas acho que é comum do ser humano gostar de participar de uma conversa, mesmo que as vezes passivamente. Pois é, mas o podcast possibilitou que as pessoas gravassem seus próprios programas com os assuntos que mais lhe interessam. Assim é possível ouvir podcast sobre nerdices como ficção científica ou sobre a Máfia?!?!?!?. Ou seja, o conteúdo é gerado sob demanda. Tem gosto para tudo mesmo. Mas o podcast é mais um produto que ganhou força com os blogs.

Desde que criei este blog e este outro ano passado, acabei entrando de cabeça nesta nova realidade. Passei a acompanhar muito mais outros blogs e não tanto portais de noticias como Terra, Globo, Yahoo, etc…Mas porque? A facilidade de localizar conteúdo especifico(bem especifico como este ou este), feito por quem se não é expert pelo menos gosta do que faz e não é apenas empregado de uma multinacional. Por exemplo já cansei de ver o portal Terra chamar o filme do Batman de Dark Night(noite escura) quando na verdade é Dark Knight(cavaleiro das trevas) o que faz uma grande diferença. Em um blog de cinema ou de quadrinhos esse tipo de erro não ocorreria. Então se os blogs não são tão confiáveis (empatado com os grandes portais) pelo menos nos blogs  se encontra o que se gosta com mais facilidade e as vezes com mais profundidade. A verdade é que tomei gosto pela leitura de blogs e no fim esse post era para ser na verdade uma indicação de tudo que ando lendo e gosto e queria compartilhar com vocês. Abaixo segue uma lista de assuntos variados que podem ser encontrados em blogs legais.

Ciranda do EsquecimentoBlog de uma amiga que é poeta e agora cartunista. Suas poesias são bem visuais e ela brinca muito bem com as palavras e suas tiras são bem poéticas. Espero não ter falado bobagem Lau=)

Nuclear YogurteOutro blog de um amigo. Aqui você encontra novidades e entrevistas sobre música underground, principalmente da cena gaúcha. Abraço Daniel.

Blog do BlobO autor desse blog manja muito de cinema obscuro e underground. Posts de perólas da sétima arte podem ser lidos aqui. Valeu Paulo.

Zombie-Ótica – Esse eu não conheço quem faz, mas as tiras presentes no blog definem de forma irônica o que eu penso.

Super Punch – Esse é gringo e não sei dizer sobre o que trata especificamente, só sei que tem um monte de nerdice interessante.

Favoritos – Tem de tudo que é interessante (útil ou inútil) na internet. Infelizmente a autora do blog resolveu fazer suas atualizações via Twitter(argh).

Mundo Pequeno – Não é um blog, mas sim um site que tem a lista de vários blogs de brasileiros espalhados pelo mundo. Tem blog de brasileiro na Suécia, Bahrain, El Salvador, Angola e muito mais. É legal saber que visão(de dentro) os brasileiros tem de diversos países.

Teria muita coisa pra indicar aqui, mas também não vou me alongar muito. Boas navegadas.

Ah retificando o título…Lendo e escrevendo blog e ouvindo podcast.

 

Remakes e homenagens ou falta de criatividade

Saudosismo, nostalgia, reverência ou falta de idéias melhores? Não sei o motivo, mas a onda de refilmagens que assola o cinema hollywoodiano ultimamente nunca foi vista antes. Senão vejamos: Os Caça-Fantasmas, Máquina Mortífera, Os Doze Condenados, A Hora do Espanto, A História Sem Fim. Fora os que já foram feitos como Fúria de Titãs, A Pantera Cor-de-Rosa, A Hora do Pesadelo, Tron, O Destino de Poseidon(tá ,esse já faz tempo). E os que receberam seqüencias quando se achava que os atores principais já estavam velhos demais: Indiana Jones, Rambo, Duro de Matar. Sem falar em versões cinematográficas das series de TV que nos faziam companhia à tarde: Esquadrão Classe A, Agente 86, Elo Perdido…

A lista é grande e meu objetivo não é nomear todos, mas já deu para ter uma idéia de como usar os mesmos personagens e as mesmas historias é lugar comum no cinema pop norte-americano. Mas o que eu quero comentar são os efeitos e as impressões que esta “jogada” de Hollywood me causa.

Primeiro: A maioria desses filmes é do fim dos anos 70 até o fim dos 80. Quem era criança ou adolescente nesta época(como eu), hoje está na casa dos 30 ou 40 anos de idade. Aqueles jovens que ficaram impressionados com as viagens de Marty Mcfly, as aventuras de Indy ou as matanças de John Rambo, hoje cultuam estes filmes. Estes jovens inocentes viam Fúria de Titãs e achavam o máximo ( recentemente revi o original e como filme nem é grande coisa, mas os efeitos especiais impressionam pela época que foram feitos). Nos dias atuais esse público é o maior consumidor de sabonete, pão, carros e…filmes. Sim, essa faixa etária corresponde a maior parte da população economicamente ativa no mundo. Então nada mais justo que uma indústria cinematográfica, mais preocupada com a lucratividade, foque seus esforços em fazer produtos para a maioria. Sim galera, somos a maioria( pelo menos nesse aspecto) e sim, gostamos de filmes que vimos quando nossa vida era mais fácil e talvez por isso ver Harrison Ford de chapéu de novo seja tão familiar e reconfortante.

Segundo: Os jovens de hoje se importam com estes clássicos? Bem, esse dias li no jornal que quando o ator Paul Newman morreu perguntaram para alguns jovens o que eles achavam e eles responderam: -“que Paul Newman, o das saladas?”( o ator tinha uma marca de saldas para reforçar a aposentadoria). Outro exemplo, conversando com um colega de trabalho que tem 19 anos não sabia que Fúria de Titãs(2010) era uma refilmagem!?!?!?!

Ou seja, os jovens não vão ver esses filmes pois tem a referência dos antigos e sim porque os efeitos visuais e as campanhas de divulgação são atrativas. Assim como o público de 30/40 vai porque querem ver seus velhos heróis com um acabamento visual mais apurado. No fim tudo se resume à imagem, os efeitos especiais e visuais são usados como “muleta” para roteiros ruins. E esses artifícios acabam conquistando todas as gerações? Parece que sim, vivemos uma era da imagem, da informação rápida e no fim o que não fica é o que mais nos agrada. Não queremos reter muita informação por muito tempo, o ideal é ver um filme e assim que saimos do cinema, já esquecemos metade, até chegar em casa esquecemos tudo(aconteceu comigo quando fui ver Wolverine Origens no cinema). Mas porque isso? Bem são muitos lançamentos, nossa atenção não pode ficar muito tempo em uma coisa só. Temos que abrir espaço na mente para novos desejos de consumo. E assim como os adolescentes e crianças já estão doutrinados nesse sentido, só falta os trintões que são a maioria da massa consumidora. Pensem nisso enquanto aguardamos o próximo remake.

Homem de ferro 2: além do filme

Esse post feito as pressas não é bem uma resenha sobre o filme. É algo mais. É sobre tudo que cerca o filme(ou os filmes em geral). Explico. O personagem Homem de Ferro é o alter ego do industrial, inventor e cientista Anthony Stark. Isso claro no mundo ficcional dos quadrinhos. Pois bem, esse personagem ficou mais conhecido do grande público graças ao primeiro filme do Homem de ferro, que contou a origem do personagem e  o apresentou para os menos aficcionados por HQ. Então pode se dizer que ele não é mais um desconhecido. Creio que quando se fala em Homem Aranha, Batman ou Superman, pessoas dos mais longínquos rincões saberão de quem se trata. Já com o Hemem de Ferro creio que está começando a acontecer o mesmo. Mas tudo isso foi para contextualizar o tema principal. O trabalho da publicidade aliada ao lançamento de um grande filme. Por exemplo em Homem de Ferro 2: o personagem Tony Stark idealizou uma feira de tecnologia a Star Expo 2010, com direito a site e tudo. Além disso pode se ver no youtube propagandas dos produtos lançados na feira. Tudo fictício é claro, assim como o filme. Mas esse grau de interação entre o filme e a publicidade me chamam a atenção. Foi uma sacada genial. Ajuda a trazer mais verossimilhança a algo que logicamente sabemos se tratar de ficção. Mas com toda essa estratégia de comunicação fica mais crível um homem vestido de armadura cibernética enfrentando supervilões. Acho sensacional quando se extrapola uma mídia específica para ajudar a apresentar algo. Primeiro o personagem salta dos quadrinhos para desenhos animados, depois para filmes, e do filme geram subprodutos.  Isso dá uma nova vida a algo que já é bem corriqueiro: lançamento de novos filmes. Claro que em se tratando de hollywood fica mais fácil realizar todo essa campanha. Mas mesmo em filmes brazucas como Tropa de Elite 2 esse recurso de link com outras mídias também é utilizado.

Acho que o futuro da comunicação(acho que já é presente, se chama viral) e principalmente do entretenimento, passa por uma plataforma multipla de mídias que possam ampliar o conteúdo e quem sabe também dialogar mais diretamente com o produto principal. No caso dos filmes isso ainda requer tempo e disponibilidade dos meios estarem acessíveis para todos. Não teria como associar uma frase de um filme com um vídeo previamente postado no youtube, pois muitos poderiam não ter visto o vídeo e não entender no contexto do filme. Mas de forma bem sutil esse recurso já pode ser usado e está sendo bem utilizado. Acho inovador, divertido e aponta novos rumos que logo se tornarão tendências.

Para saber mais procure vídeos relacionados a Homem de Ferro 2, provavelmente vocês acharão uma propaganda de uns óculos hightech que qualquer um gostaria de ter. Tá vou ser bonzinho e postar o vídeo aqui.

Legal né, faz a gente querer que existisse uma Stark Enterprises na nossa sociedade ou não?

Atualização

Vi hoje em outro blog um viral muito bem elaborado do novo filme de J.J.Abrams. Para quem não sabe Abrams criou Lost e Fringe, que são séries recheadas de mistérios e dicas para os fãs se fartarem nas especulações e deduções. Vale a pena conferir. Como sou fã do Abrams e dos virais já fui fiscado. Confiram aqui.

Comentários são sempre bem vindos. Até o próximo.

Uma homenagem

Diz um ditado que só valorizamos as coisas depois que as perdemos. Da minha parte posso afirmar que estou em uma fase da vida em que não posso perder mais nada, tudo que eu tiver que valorizar e aproveitar tem que ser agora. Não quero que em alguns anos eu olhe para trás e me sinta arrependido de ter feito(ou pior, não ter feito) algo. Por isso esse post é uma homenagem precoce e muito merecida. Infelizmente não tem a grandeza que eu gostaria como homenagem.

Apesar das diferenças, brigas, desavenças e todo tipo de discordância tenho que valorizar algumas coisas que meu pai sempre me fez ver, mesmo que de forma implícita. O valor da inteligência, os estudos, o saber. Aprendi que isso pode ser mais importante do que bens materiais e que se bem aproveitado pode ser uma vantagem no mercado de trabalho, acadêmico, enfim…saber nunca é demais.

Acho que soube aproveitar bem esse ensinamento. Agora utilizo uma parte dele para prestar esta homenagem. Em 2009 tive uma tarefa na aula de criar um logotipo e todo o manual de aplicação para uma empresa de minha escolha.  Decidi pela oficina do meu pai, que nunca teve uma identificação que fosse remotamente parecido com um logotipo. Abaixo vocês podem conferir o logo pronto e algumas partes do manual de aplicação que eu fiz.

Para os que tenham interesse mais técnico, podem baixar o manual completo aqui.

Como eu disse é uma homenagem bem singela. Gostaria de ter o talento para escrever uma poesia, um um texto mais inspirado. Mas aqui eu prestei minha homenagem com o que eu sei fazer.

Espero nunca deixar de falar o que deve ser dito na hora certa. Obrigado pelo que tu me ensinou e na verdade nessa nova fase de nossas vidas, continua me ensinando. E desculpe pelas minhas pisadas na bola.

Pai eu te amo, fica bom logo e vamos curtir a vida juntos por muito tempo.