Eu vi: X-Men: First Class

Como fiz antes com o filme do Thor, apresento agora um review de X-Men:First Class. X-nerds prestem atenção, vocês leram a crítica de um dos melhores filmes sobre mutantes já feitos. Após os fracassos de bilheteria e critica dos dois ultimos filmes da franquia (X-Men 3 e Wolverine) admito que estava receoso com o resultado deste filme. Vi muitos trailers antes e devo dizer que eles não me empolgaram muito em relação a qualidade da história, mas pelo menos chamava a atenção para as cenas de ação. Peguei um dia de promoção(sou um publicitário pobre), em uma terça-feira muito fria e fui ao cinema.  E o que eu vi? Bem, como direi, é um ótimo filme, levando em consideração o contexto em que ele foi feito. Não tem nada muito espetacular, mas diverte. Na minha opinião o maior trunfo do filme é esse. Ser um filme divertido, que não insulta o espectador, mas também não é nenhuma obra de arte. Queria ter feito essa resenha logo depois de ver o filme, mas realmente não deu tempo, ou seja, agora o filme já não está mais no cinema, mas quando sair em DVD pode alugar com fé, que é um bom entretenimento.

A história do filme é interessante pelo fato de mostrar a juventude de dois dos principais mutantes do universo Marvel, Charles Xavier e Eric Lehnsher(Prof. X e Magneto respectivamente). Neste filme se entende o porque da importância dos dois. Um é otimista e idealista, quer que os mutantes e humanos convivam e se ajudem. Outro acha que os mutantes são superiores, um novo passo na evolução e assim devem sobrepujar os humanos. Mas essas ideologias vão se formando no decorrer do filme. A principio não existem “mocinhos e vilões”, esse maquiavelismo não aparece. Assim sendo a experiência do filme se torna muito legal, pois quem viu a trilogia X-Men agora entende melhor a motivação dos personagens. Outro ponto forte do filme é a ambientação na década de 1960 (que foi quando os X-Men surgiram nos quadrinhos). Isso é mais uma opinião minha, mas quando as ficções se passam em eras passadas conhecidas parece que tudo se torna mais verossímel. Aparecem momentos históricos(segunda guerra, a crise dos mísseis em Cuba) e culturais e assim o filme que é pura ficção se torna mais “realista”. Um ponto negativo, que ocorre em todos os filmes de equipe, é que alguns personagens tem uma abordagem muito superficial, sabemos mais do Prof. X e Magneto e pouco dos outros (exceção do Fera e da Mística). Também acontece muita coisa e o roteiro é bem corrido, mas também deixa o filme com um ritmo frenético que não te deixa entediado.  Como foi comentado pelo ator Fassbender, o filme lembra um pouco o clima de espionagem com ficção dos filmes de James Bond, isso da um ar retrô muito bacana. Temos um vilão megalomaniaco e badgirls, bem ao estilo 007. A presença de Kevin Bacon como vilão é sensacional, pena que esse ator anda meio sumido. Ele é muito bom e casou perfeito com o personagem Sebastian Shaw. Michael Fassbender como Magneto arrebenta também e James McAvoy faz um ótimo Prof. Xavier.

Atenção SPOILERS

Se você não viu o filme e não quer estragar a surpresa, não leia o parágrafo abaixo.

Há uma cena muito legal onde Magneto e Xavier procuram outros mutantes ao redor do mundo e eles entram em um bar onde encontram Wolverine. Ele só fala uma frase, mas define perfeitamente a personalidade do personagem. Outra participação legal é da atriz que faz a Mística na primeira trilogia (Rebecca Romijn). Há mais algumas referências nerd, não muitas. Mas os aficcionados pelos quadrinhos vão percebem e achar legal.  Nem tudo é perfeito e há alguns deslizes (como o personagem negro ser o primeiro a morrer e a latina ser a traidora), mas dentro de uma visão hollywoodiana isso é normal (infelizmente).
Fim dos SPOILERS.

Concluindo o filme é bom , diverte, tem alguns erros, mas no geral mais acertos. Claramente ele pavimenta o caminho para uma nova trilogia que deve culminar na época anterior ao primeiro filme dos X-Men.  É uma sacada bem legal de um dos roteristas (Brian Singer) que dirigiu os dois primeiros X-Men. Então espero que mantenham o nível deste e melhorem alguns erros. Eu recomendo.

Se você viu o filme e quer dar sua opinião escreva um comentário abaixo. Em breve resenha do Capitão América: O Primeiro Vingador.